Capacitação de técnicos/as marca início do Projeto ATER Quilombola II
Publicado em: 5 de Janeiro de 2018

Compromissos da equipe de ATER construídos durante capacitação.

O CAA iniciou 2018 com uma nova ação para o fortalecimento da agricultura familiar e das comunidades quilombolas.  É o projeto ATER Quilombola II, que teve seu início marcado pela capacitação interna de técnicos e técnicas que irão atuar nos Territórios de Irecê e Chapada Diamantina, prestando Assistência Técnica e Extensão Rural durante 03 anos para 720 famílias.

A formação  ocorreu nos dias 03 e 04 de janeiro na sede da entidade em Irecê-BA e teve como objetivo apresentar o projeto e suas etapas de implementação,  fazer planejamento das ações do 1º trimestre, dialogar sobre procedimentos do trabalho de campo, além de discutir com a equipe sobre os conceitos importantes da Chamada como ATER, Comunidades Quilombolas, Agricultura Familiar e Transição Agroecológica.

Segundo a coordenadora do Projeto, Cassiana Mendes, o momento foi fundamental para a troca de informações e experiências, no sentido de encaminhar estratégias para que o projeto de ATER venha proporcionar o desenvolvimento das comunidades quilombolas que serão atendidas. “Sabendo que as dificuldades sociais, econômicas e produtivas para esses povos são ainda maiores, é fundamental que a equipe esteja engajada para dialogar com os sujeitos envolvidos, a fim de garantir um processo participativo e que vá além de oferecer técnicas de produção no campo, mas de construir um projeto de transição agroecológica”, afirmou.

Os técnicos também fizeram sua avaliação sobre os dois dias de intensos debates e destacaram como positivo a metodologia adotada, que proporcionou troca de conhecimentos e diálogo entre a equipe, fazendo assim, um momento de aprendizagem mútua.  Entre os temas trabalhados na capacitação foi de fundamental importância a apresentação sobre o histórico da ATER no Brasil, a discussão sobre a necessidade de oportunizar aos agricultores familiares práticas sustentáveis de produção no campo, bem como o conceito de raça, racismo e a realidade das comunidades quilombolas no Brasil.

O Projeto ATER Quilombola II irá atender Comunidades Quilombolas nos municípios de Mulungu do Morro (Território de Irecê), Bonito, Ibitiara, Morro do Chapéu e Seabra (Território da Chapada Diamantina) e é executado pelo CAA em parceria com o Governo do Estado da Bahia, através da BAHIATER/SDR/SEPROMI que publicou a Chamada nº 002/2016, na qual selecionou entidades para prestação de serviço de ATER destinado a Povos e Comunidades Tradicionais (PCT’s) na agricultura familiar, com vistas ao etnodesenvolvimento sustentável das comunidades e ao fortalecimento das Unidades Produtivas Familiares (UPF), respeitando a cultura e ancestralidade dos sujeitos envolvidos.

 

 

Rua Itália, n° 349, Fórum, Sede Irecê/BA-CEP: 44.900-000, Tel: (74) 3641-1483 / Anexo: Rua Itália, n° 367, Fórum, Irecê/BA
CEP: 44.900-000. Tel: (74) 3641-1483, e-mail: contato@caabahia.org.br
Menu